Este texto contém linguagem neutra em respeito a pessoas não bináries.

Desde a infância até hoje, sempre me senti rejeitado, excluído e culpado por ser gay; e isso acontecia em casa, na escola, com os amigos e até mesmo no trabalho. E esse preconceito era tão frequente… e muitas vezes até velado, que eu achava que era natural, e que as pessoas estavam certas em agir assim.

O preconceito é tão triste, porque lhe faz acreditar que você não presta, que não tem valor e que a qualquer momento pode ser assassinado (a/e), simplesmente por ser LGBT+.

A primeira coisa que aprendi é que meu Deus nunca erra, se fomos feitos assim, é porque somos assim! E você qual primeira coisa que apreendeu ?

Também aprendi, que quanto mais você se amar, mais o mundo lhe amará! Desenvolva seu amor próprio, porque só damos aquilo que temos! Cure-se da dependência afetiva dos outros e eleve sua autoestima. Seja você a primeira pessoa a mostrar que merece ser muito amadx e, que tem muito amor para dar também.

E a terceira coisa que aprendi, é que cada pessoa tem um Propósito de vida, e que enquanto você não descobrir o seu, sua vida será uma sequência de frustrações e decepções! Descubra seu Poder Único e alinhe-se com sua prosperidade e realização;

E lhe desafio a colocar esses 3 passos em prática e se empoderar, porque só assim você realizará todos os seus sonhos, diminuirá o preconceito e transformará o mundo em um lugar muito mais justo e feliz!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui